RSS Feed
Posted by Equipa

 
Se eu fosse um livro.
Um livro de poesia.
Um livro de memórias.
Cheio de páginas.
Cheio de vida.



Se eu fosse um livro era um livro de aventuras.
Anos depois seria um livro evolucionário.
Proibido. Chamuscado. Passado de mão em mão.
Ou então não.




Mais tarde tornava-me um livro de poesia.
Um livro de amor.
Que suportasse o sal das minhas lágrimas.
Se eu fosse um livro era um clássico.
Para ler na cama.

Com o passar do tempo um livro de memórias.
Com rugas na capa.
Cheio de páginas. Cheio de vida.
Uma tentação para quando só nos resta a imaginação.
Se eu fosse um livro tinha muitos capítulos.
Só não queria ter fim.